Novo poço. Lar Santa Mônica. Agostinianos Recoletos. Fortaleza, CE. Brasil. Abril 2024.

A nova infraestrutura permite assegurar o fornecimento de água em quantidade e qualidade para as mais de cinquenta pessoas que cada dia estão presentes no projeto socioeducativo, entre beneficiárias e equipes de atendimento.

Após meses de esforço conjunto, a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (COGERH), a Superintendência de Obras Hidráulicas (SOHIDRA) e a Assessoria Socioambiental da COGERH, em colaboração com a Associação Beneficente dos Agostinianos Recoletos de Fortaleza (ABARF), comemoram a instalação e inauguração de um novo poço de água no Lar Santa Mônica.

O Lar Santa Mônica é um projeto social da Família Agostiniana Recoleta em Fortaleza (CE) que acolhe em sistema de atendimento integral e permanente (24/7) a meninas e adolescentes enviadas pelas autoridades competentes porque tem sofrido no seu ambiente de origem qualquer ataque aos seus direitos.

De maneira mais específica atende-se às vítimas de abuso, exploração, abandono ou violência, com medidas protetoras e preventivas, atendimento psicossocial, recuperação pessoal e estabelecimento de atitudes e ferramentas para voltar à uma vida pessoal e social sadia e digna.

Devido a esse regime de ser moradia das beneficiárias e de contar com uma equipe ampla e multidisciplinar para atender elas, as necessidades de água são importantes: beber, assear-se, limpeza, zonas verdes e jardins… Ao fim, ao redor de 50 pessoas a cada dia estão presentes no Lar Santa Mônica.

A instalação deste novo poço não apenas garante o acesso contínuo e seguro à água, mas também representa uma conquista significativa porque diminui o custo de manutenção do projeto e deixa definitivamente atrás o risco de desabastecimento.

Desde dezembro de 2023 várias entidades e profissionais uniram forças para tornar esse sonho uma realidade. A colaboração institucional foi fundamental para superar os desafios técnicos e logísticos envolvidos na instalação do poço.

Cada contribuição financeira, técnica e moral foi essencial para o sucesso da iniciativa. O resultado final melhora a estrutura que permite criar esse ambiente seguro e acolhedor, de cuidados e atenções, que precisam as beneficiárias que recuperam a fé na vida e no futuro delas durante sua estância no Lar Santa Mônica.

Também destaca-se o poder transformador das parcerias quando distintas entidades, privadas e governamentais, unem esforços para enfrentar desafios comuns e desenvolver iniciativas colaborativas em prol do bem dos mais vulneráveis, reafirmando o poder da solidariedade e da ação coletiva em construir um mundo melhor.